Pasta de dentes sem flúor para bebês e crianças

Escovando os dentesSe você observar algumas pastas de dentes para crianças costumam trazer em seus rótulos a indicação: sem flúor. Sempre ouvi falar da importância do flúor para termos dentes saudáveis então por que essas pastas não contêm flúor? 

O problema é que as crianças não sabem enxaguar a boca corretamente e acabam engolindo resíduos da pasta de dentes. Os especialistas afirmam que crianças menores de cinco anos ingerem até 80% da quantidade de pasta utilizada em cada escovação. Junto com a pasta de dentes a criança ingere uma quantidade excessiva de flúor o que pode causar a fluorose.

Fluorose A fluorose é uma alteração que ocorre devido ao excesso de ingestão de flúor, durante a formação dos dentes. Ela se manifesta principalmente pela alteração de cor do esmalte, que pode assumir uma tonalidade esbranquiçada ou exibir pequenas manchas ou linhas brancas. Nos casos mais graves, adquire uma coloração acastanhada ou marrom.

 Atualmente, a maior causa de fluorose é a ingestão de produtos fluoretados em locais onde já existe água fluoretada. O período de maior risco de ingestão excessiva de flúor coincide com a calcificação dos dentes permanentes, que se inicia aos 3 meses de idade e se completa durante o quarto ano de vida.

 Por isso para as crianças pequenas, recomenda-se a utilização de quantidade mínima de pasta de dentes na escova (semelhante a um grão de arroz), sempre sob supervisão dos responsáveis e, recomenda-se o uso da pasta de dentes sem flúor.

Entre as opções no mercado sugiro a Malvatrikids Baby (de 0 a 4 anos) e a Malvatrikids Infantil (de 4 a 10 anos), ambas sem flúor. Existem também outras marcas. Leia com atenção a embalagem.

Malvatrikids Baby e Infantil